sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Tarot Cigano - Mystical Le Normand

O Mystical Lenormand é uma outra edição, das cartas utilizadas pela  Mlle Lenormand (1772-1843) que jogava nos salões da frança com as cartas criadas por Eteilla, (muito interessante a biografia dele) deram origem ao tão famoso baralho cigano ou tarot cigano. Ele é fabricado pela AGMueller (o  que comprei é belga) 
Porém, se pararmos para analisar as cartas, elas refletem muito mais de uma sociedade européia em sí do que os ciganos por que ao invés de uma barraca temos uma casa, temos o livro que também não faz parte da cultura cigana, pois os ensinamentos e tradições eram mantidos através da vivência e da oralidade, temos os naipes que faziam parte dos baralhos da corte, enfim...

Mas de qualquer forma, mesmo não sendo genuinamente um baralho criado pelos ciganos, ele é interessante demais, verdadeiro e objetivo e o Mystical Le Normand se aproxima mais a uma espécie de tarot, pois não possui nomes nas cartas fora a pintura e as cartas  que são maravilhosas.
Resolvi começar o ano com a carta 1, o mensageiro. Ao contemplarmos essa bela carta, podemos ver um nobre Cavaleiro montado num lindo unicórnio branco, uma paisagem verdejante, montanhas por trás e uma serpente ameaça picar ou até faz pensar que foi pisoteada pelo unicórnio, ou que não o atingiu. 
E eu gosto muito desta segunda interpretação porque o Unicórnio é um animal sagrado, tendo evidentemente no seu esplendor e pureza muito mais poder e beleza sob a rastejante serpente: significando problemas e pequenos obstáculos em nosso caminho, mas as coisas vão acontecer!!!! No canto superior direito da carta vemos o símbolo de Mercúrio, que na mitologia Grega era o mensageiro dos Deuses – comunicação, mensagem.
No canto superior esquerdo o número 1: é o princípio - animação e força da vida é vontade e criação. É o número que sintetiza todo o Universo, o homem e a natureza Divina. Representa o EU, a vontade de existir e criar. Por ser o primeiro número, tem a ver com início, coragem, individualidade e independência. Portanto dependendo das cartas dispostas, é uma mensagem, um acontecimento muito forte e positivo.
Por isso resolvi postar sobre essa carta tão cheia de novidades e surpresas, que a mensagem que este ano traz seja de paz, de positivismo, de boas notícias e boa fortuna.

7 comentários:

RUTE disse...

Eh eh eh, que bom que você já começou postando tarot cigano!
Ó pra mim esfregando as mãos de contente :)

Pois bem, li com atenção seu artigo e depois tracei um paralelo na minha cabeça, com a carta 1 (o mago) do tarô de Marselha e a carta 1 (Hermes) do tarô Mitologico Grego.

Coincidem na perfeição.
O Mago é o aprendiz que se inicia no conhecimento oculto, aprendendo lentamente a dominar o céu e a terra.
O mesmo acontece com o cavaleiro do tarô cigano que tem de dominar a mente veloz simbolizada pelo unicórnio, em simultaneo, com o dominio do mundo fisico, simbolizado pelas tentações da serpente. A tal que convenceu Eva a comer a maçã :)

Hermes, é o mensageiro dos Deus, que liga o mundo imaterial com o mundo material. Descendo até às profundezas mais indesejáveis do ser humano, e subindo até às alturas divinas ansiadas pelos que querem expandir sua consciência.

Obrigada pela oportunidade de reflectir sobre a carta 1.
Beijinhos.
Rute

Marcelo Bueno disse...

Maria Rosa,

Muito inteligente e esclarecedora sua mensagem sobre a carta nº 1, realmente você tem uma visão além do alcance, isso denota sabedoria e segurança, além da clareza para os leigos e já inteirados no assunto.

Boa sorte e sucesso.

Marcelo Bueno

Maria Rosa Cigana disse...

Agradeço e aprecio muito os comentários de todos, pois somente assim poderemos aperfeiçoar e trocar conhecimentos.
Rutinha você é uma fofa!!!
Adorei o paralelo entre a carta 1 do tarot cigano e a carta 1 do tarot mitológico (O Mago representado por Hermes).
Isso me fez navegar um pouco mais, e lembrar que no Brasil existem algumas relações das cartas do tarot cigano com os Orixas do Candomblé.
A carta 1 O Mensageiro é relacionada a Esú (Exu) que na mitologia africana é o mensageiro dos Deuses, e assim como Hermes é protetor dos vigaristas, é um pouco trapalhão, mas sempre dá um jeito em tudo e conserta o que está errado entre outros dons, e também recebe suas oferendas nas encruzilhadas e entradas de cidades. Entretanto apesar de trapalhão por vezes, é muito bem conceituado entre os Deuses africanos atuando como o mensageiro divino, além de agente cármico. Achei o paralelo maravilhoso e vamos lá continuar navegando nas imagens e na riqueza da mitologia das antigas civilizações. Bjus a todos!!!!

RUTE disse...

Querida,
é por demais gratificante o diálogo e a troca de conhecimentos. Muito lhe agradeço pela parceria que possibilitará a ambas, o crescimento.

Depois de ler seu comentário, veja o que descobri:
Tarô dos Orixás

E de fato a carta 1 do tarô dos orixás tem tudo a ver com a carta 1 de todos os outros tarôs:
Exú, mensageiro entre Orun e Aiyé (Terra e Céu).

E ao ler sobre Exú, encontrei até certa semelhança com o 1ºchakra, da raiz, pois no culto africano ele é representado pelo falo humano ereto.

Mas o chakra da comunicação é o 5ºchakra, da garganta. Talvez, a diferença de interpretação esteja no equilibrio. Ou seja, a carta poderá representar alguém muito ligado aos prazeres fisicos, ou alguém que está em busca do equilibrio entre o material e o espiritual, entre o céu e a terra.

Beijinhos, companheira de estudo.
Rute

Maria Rosa Cigana disse...

Querida só tenho a agradecer esse estudo que estamos tendo possibilidade de fazer e espero que muitos compartilhem conosco um pouco do saber. É muito gostoso podermos estudar e analisar tantas possibilidades a partir de uma carta. Beijokas de luz. Já estou preparando a segunda carta do Tarot Cigano!!!

RUTE disse...

Ai menina, estou imparável!!

Por falar em vermelho...
lembrei do tarô dos contos de fadas!

No qual a carta 1 é o conto do "Chapeuzinho Vermelho" :)

No fundo, a menina é uma mensageira, você não acha? Ela leva recado e bolinho da mãe para a avó.
Os velhinhos são simbolo de sabedoria e espiritualidade.
Dai que podemos considerar que todos nós somos chapeuzinhos vermelhos no caminho da sabedoria, atravessando floresta escura em direcção à luz, ao objectivo, à Missão.

Pelo caminho, teremos de lidar com tentações da matéria, do mundo fisico (simbolizadas pelo lobo mau do conto infantil), mas não podemos desistir. A busca por conhecimento não deve cessar (a avózinha espera o bolo e os cuidados dos familiares).

Lá no site do Tarô infantil, descrevem assim a carta 1:
«CHAPÉUZINHO VERMELHO: Fique preparado p a aventura. Abra-se ao desconhecido e disponha-se a correr riscos. É possivel q se sinta perdido, no escuro, como se estivesse entrando num vácuo. Entre e renasça. Época de grandes mudanças interiores.»

Vamos em frente!
Este ano 2012, vai ser mesmo assim, aprendizagem através de associações e sincronicidades alucinantes!
Se prepara amiga.
+ Beijos.
Rute

Maria Rosa Cigana disse...

Rutinhaaa...
eEstou amando. Não conheço o Tarot infantil, mas conheço a estória da Chapeuzinho sim, e as analogias estão sincronizadas não amiga? Sim será um ano que vamos aprender muito com a Graça dos Deuses! Obrigada amiga vamos lá colher informações. Bjus.